“…E puseram a arca de Deus em um carro novo, e a levaram da casa de Abinadabe, que está em Gibeá; e Uzá e Aiô, filhos de Abinadabe, guiavam o carro novo. E, chegando à eira de Nacom, estendeu Uzá a mão à arca de Deus, e pegou nela; porque os bois a deixavam pender.  Então a ira do SENHOR se acendeu contra Uzá, e Deus o feriu ali por esta imprudência; e morreu ali junto à arca de Deus.” (2 Sm 6:3-7)

Sacrificando no altar íntimo nós revelamos nossas motivações e sacrificando no altar público expressamos nossos valores e princípios. Motivações por natureza tem um caráter oculto, enquanto que nossos valores e princípios tem um caráter evidente, comportamental.

Da mesma forma que é fácil perceber os valores e princípios de uma ação, pode ser extremamente difícil descobrir a motivação.

Do ajustamento sinérgico entre as motivações santificadas do coração e os princípios divinos praticados depende a consistência da personalidade e a integridade espiritual.

Por mais que nossas motivações sejam certas, se o princípio é errado, o resultado será morte. Igualmente, por mais que agimos com o princípio correto, porém se a motivação é errada e corrompida, o resultado também será morte.     Davi teve uma motivação correta ao trazer de volta a arca para Jerusalém, porém agiu com o princípio errado colocando-a nos lombos de bois e não nos ombros dos sacerdotes.

O princípio ensina que o sacerdote carrega o peso da responsabilidade de conduzir a presença de Deus.     Este princípio foi quebrado. No primeiro tropeço dos bois, Uzá colocou sua mão na arca para que esta não caísse. Estava tentando ajudar. Novamente vemos alguém muito bem intencionado, porém, quebrando um princípio. Ele não estava autorizado a tocar na arca.

Por mais bem intencionado que Davi e Uzá estivessem, Uzá morreu fulminado.     De outra sorte, ou azar, Ananias e Safira ofereceram aos apóstolos uma grande oferta de uma propriedade que venderam. Estavam praticando o princípio de dar. O princípio estava totalmente correto.

Porém, eles não estavam dando livremente. Eles queriam em troca reconhecimento público. Queriam tanto impressionar a todos que não tiveram a sinceridade de coração de dizer que precisavam de parte daquele dinheiro. Então eles falaram que estavam dando tudo, quando na verdade retiveram parte do preço da propriedade. Mentiram não só aos homens, mas ao Espírito Santo. Ambos morreram.

Fico imaginando quantos Ananias e Safira já estão mortos ou morrendo dentro de nossas igrejas.

Por  Pr. Marcos de Souza Borges (Coty) – Retirado do Livro “O Obreiro Aprovado”
Ministério JOCUM-PR  Curitiba-Pr

37 thoughts on “Motivações e Princípios

  1. Pingback: buying generic viagra online

  2. Pingback: https://mymvrc.org/

  3. Pingback: discount cialis online

  4. www.stdstory.com says:

    Hi there, i take your web log now and again and i possess a alike single and i was simply queer if
    you catch a whole lot of junk e-mail remarks? If so how do you forestall it, whatsoever plugin or anything
    you backside send word? I experience so often recently it’s drive me mad so
    whatever aid is really practically comprehended. http://www.stdstory.com/

  5. Pingback: cialis reviews

  6. Pingback: otc viagra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat